Carrefour Brasil doará lucros da loja nos dias 26 e 27 de novembro após a morte de João Alberto

O Carrefour Brasil doará os lucros gerados por suas lojas nos dias 26 e 27 de novembro para projetos que promovam a diversidade e a inclusão, depois que um homem negro foi espancado até a morte em um supermercado na semana passada, mostrou um arquivo de ações na quarta-feira.

Na semana passada, a unidade brasileira do Carrefour SA, com sede na França, doou os lucros de suas lojas em todo o país no dia 20 de novembro, Dia Nacional da Consciência Negra no Brasil, um dia após a morte do homem.

A varejista também manterá fechada todas as suas lojas no país na quinta-feira para treinar funcionários sobre diversidade racial e para combater a discriminação racial.

O Carrefour Brasil informou ainda que a loja onde João Alberto Silveira Freitas foi morto, em Porto Alegre, permanecerá fechada o dia inteiro nesta quinta-feira.

Centenas de pessoas se manifestaram em frente ao Carrefour desde sexta-feira para protestar contra o assassinato.

O Carrefour Brasil informou que vai adicionar uma cláusula de combate ao racismo aos contratos com fornecedores, o que pode levar à rescisão do contrato em caso de não cumprimento.

Após sua morte, a rede de supermercados criou um comitê externo e independente sobre diversidade e inclusão, acrescentou no processo.

Veja também: Preço do ouro se firma, apoiado pela queda do dólar

Traduzido e adaptado por equipe Dinheirao.

Fonte: Financial Post