Como lidar com uma despesa não planejada quando você está desempregado

Desempregado? Veja como lidar com uma despesa inesperada. 

Milhões de pessoas perderam seus empregos durante a pandemia e, embora viver de seguro-desemprego seja estressante por si só, é ainda mais problemático quando despesas não planejadas aparecem, como seu carro quebrando ou algo dando errado com seu casa. Se você está desempregado e enfrenta uma conta que não pode adiar, aqui estão algumas opções para lidar com ela.

Toque no seu fundo de emergência

Infelizmente, nem todo mundo tem um fundo de emergência ou, se você está desempregado há muito tempo, pode já ter esgotado o seu. Mas se você tem algum dinheiro economizado, agora é a hora de usá-lo. Embora você possa ficar inclinado a ficar com esse dinheiro para outra coisa, não há sentido em pedir emprestado quando você tem dinheiro que já é seu.

Tente negociar

Você nunca sabe quando a pessoa ou empresa a quem você deve possa estar disposta a encontrar formas para que tudo seja pago, devido ao momento. Se você de repente se deparar com uma conta surpresa, tente negociar. Se o seu carro quebrar repentinamente, por exemplo, peça ao seu mecânico para lhe dar uma folga no conserto ou, pelo menos, deixá-lo esticar o pagamento ao longo do tempo. Você nunca sabe quanta liberdade terá, a menos que fale sobre as dificuldades que está enfrentando.

Solicite um empréstimo pessoal

Quando você precisa de dinheiro e está em apuros, um empréstimo pessoal costuma ser uma boa. Um empréstimo pessoal permite que você peça emprestado por qualquer motivo, e as taxas de juros tendem a ser muito mais acessíveis do que as cobradas pelos cartões de crédito. Isso é especialmente verdadeiro quando você tem uma boa pontuação de crédito. 

Além disso, os empréstimos pessoais tendem a fechar rapidamente, de modo que você pode receber seu dinheiro alguns dias após a solicitação, permitindo que você pague suas despesas repentinas quando for necessário. E durante a pandemia, você pode se qualificar para um empréstimo contra o coronavírus, que é um tipo especial de empréstimo pessoal que permite que você peça um valor menor, mas também cobra juros mais baixos do que um empréstimo pessoal normal.

Veja também: 9 maneiras de ganhar dinheiro sem sair de casa

Traduzido e adaptado por equipe Dinheirao.

Fonte: The Motley Fool