Como lucrar com leilão de carros – Preços abaixo do mercado

Alguma vez você já pensou em ter uma renda extra, ou até mesmo ter a renda principal, vinda da venda de leilão de carros? Pois é, esse é um mercado que tem crescido no Brasil e pode ser uma boa fonte de lucro, de forma que, se está buscando uma renda extra, é uma opção.

Em momentos de crise, ter uma fonte de renda extra pode ajudar bastante, para que, se acontecer algum imprevisto, você tenha uma reserva, afinal, por mais que se tenha um bom planejamento financeiro, imprevistos podem acontecer a qualquer momento.

Sem contar que, com uma renda extra, fazer aquela viagem pela Europa pode ser bem mais fácil, não é verdade? E, se você está buscando algo que seja uma boa fonte de lucro, com os leilões de carro pode conseguir essa renda extra que está buscando.

leilão
Foto: Reprodução/internet

Mas, está se sentindo completamente perdido, sem saber qual caminho seguir para isso?

Pequeno case de sucesso

Você já imaginou ver um engenheiro civil e um arquiteto trabalhando juntos, mas, não no ramo da construção civil, e sim, no automobilístico? Foi o que aconteceu quando Giuliano Tognetti percebeu o quanto seu carro havia desvalorizado e decidiu lucrar com isso.

ANÚNCIO

Os dois irmãos se tornaram uma “dupla dinâmica”, enquanto um pesquisava modelos e marcas, o outro passou a participar de leilões e de vistorias. Hoje, eles continuam com suas carreiras, mas, têm no leilão, uma fonte de lucro e mesmo montaram um blog para ajudar.

Com esses dois irmão, pode é possível perceber duas coisas, não precisa ser um expert em carros para ter lucro nos leilões, afinal, ambos eram da área da construção civil. Outra lição, é que é necessário um estudo do mercado e planejamento antes de agir, além de ousadia e coragem.

Conclusão do case

Então, antes de começar a comprar em leilões, o ideal é que se faça um estudo prévio do mercado automobilístico, assim como, pode ser muito bom que se acompanhe alguns leilões e vistorias para entender melhor como funcionam os trâmites.

Sabe o blog dos irmãos para ajudar, então, você pode comprar um curso lá por 12x de 19,19, caso queira dar uma olhada, o link é esse lucrandocomleiloes.

Entendendo um pouco sobre os carros de leilão

Com leilões é possível ter um lucro relativamente alto, contudo, como quase sempre acontece no mercado financeiro, lucro alto significa risco alto e essa é uma realidade com os leilões também, então, é bom sempre estar atento ao negócio que se está fazendo.

Existem dois modelos de carros que você pode comprar em um leilão, são eles:

  • No estado em que se encontra, isso é, aqueles carros que até podem ter algumas partes meio danificadas, como um arranhão, problema no estofado, mas que funcionam normalmente e estão prontos para uso;
  • Sinistrados, como o próprio nome já diz, são carros que precisam passar por um reparo antes que se faça a transferência e que comece a rodar com eles.

Os carros sinistrados são divididos em outras três categorias que determinam o quão “estragados” eles estão: pequena monta, com reparos simples e, provavelmente barato e o média monta, onde são carros mais danificados e que demandam mais reparos.

Por fim, a última categoria dos carros sinistrados são aqueles de grande monta, mas esses simplesmente, não tem como voltar a circularem, servem apenas para empresas que precisam de peças e que ele pode ter.

Como minimizar os riscos

Então, na hora de comprar, é importante analisar esses detalhes e lembre-se que, mesmo aqueles carros “perfeitos”, isso é, que não vão precisar de nenhum reparo, ainda assim terão outros custos com o leilão.

Então, além de ver o estado do carro, evite comprar com um valor próximo ao valor do carro na tabela FIPE, o ideal é que se compre o carro, pelo menos 35% a menos do que o valor de tabela, até porque, raramente consegue-se vender um carro no valor da tabela.

Questões financeiras de leilões

Além do preço do carro, e do possível (para não dizer provável) reparo, outras despesas que se tem com o leilão são a comissão do leiloeiro, que geralmente é 5% em cima do valor do carro, o reboque e as diárias, dependendo do tempo que levar para buscar o carro.

Além disso, se o que você quer é comprar um carro parcelado, infelizmente não é no leilão que vai conseguir, ele só aceita pagamento a vista e, caso você não pague o valor integral no prazo, possivelmente ainda terá que pagar uma multa.

Ah, para fazer parte do leilão, é preciso dar um caução que será descontado caso você ganhe algum leilão, e devolvido se não comprar nada, isso serve como uma forma de “garantia”. Sabe o caso de não pagar o valor integral no prazo? Então, além da multa o caução também não é devolvido.

Conclusão

Então, é possível que se tenha no leilão uma fonte de renda extra, contudo, é preciso estar atento ao carro e ao mercado, isso é, por quanto aquele carro é vendido geralmente? E tenha em seu planejamento sempre outras despesas que vai ter com o carro.

ANÚNCIO