Para o bem da sua empresa, se adapte ao e-commerce

Se você já pensava em colocar o seu negócio online, este é o momento certo.

Se você for contra a tendência, sua vida ficará mais complicada; se você for a favor da tendência, sua vida ficará mais simples. Agora, quando falo sobre tendências, quero dizer dinâmica de negócios, não o que a maior parte da população faz.

Entre 80 e 90% das pessoas em condições normais não sabem administrar seu dinheiro ou gerar renda recorrente de forma sustentável. Por essa razão, quando você segue a matilha, você se mete em problemas. E nesses momentos, quando não estamos em condições normais, é que o rebanho acaba pagando as consequências.

Isso também acontece com as empresas, e como empresário, é seu dever acompanhar e entender as tendências que cada crise econômica traz. Nesta ocasião, e também derivada da pandemia, temos a tendência dos negócios online.

As pessoas têm o hábito de deixar tudo para para depois, mas se você já estava pensando em colocar o seu negócio online, este é o momento certo, considerando que muitos negócios provavelmente fecharão as portas novamente e irão à falência por falta de atividade econômica.

Não tem certeza de como começar?

Algumas dicas e motivos para você começar a fazer a transição do seu negócio:

  1.  Pense fora da caixa: talvez você pense primeiro na sua empresa e não ache que o online tenha muito potencial. Você deve explorar ângulos diferentes, pensar como o serviço ou produto que você oferece pode continuar a cobrir a necessidade que você atende. 
  2. Capitalize sua experiência: Se por algum motivo você chegar à conclusão de que não pode migrar seu negócio para o formato online, ou que este não é o momento certo, você sempre pode capitalizar seus talentos. Ou seja, o que você sabe fazer melhor que os outros e que pode gerar uma renda? Talvez você seja excelente em projetar ou dar terapia psicológica, e isso pode ser feito online.
  3. Renda recorrente: Ao contrário de trabalhar como freelancer, ter seu próprio site de filiação tanto para capitalizar seu talento quanto para migrar seu negócio para o modo online, permite que você tenha uma renda recorrente e escalonável mês a mês. 
  4. Adaptação: No mundo dos negócios também se aplica o ditado: “você se adapta ou morre.” Os comportamentos de compra das pessoas mudam constantemente e, sem dúvida, tudo está se voltando para as compras online agora. Da entrega de comida aos problemas dentários … todos estão inclinados para a questão online.
  5. Visão para o futuro: Sem dúvida, o e-commerce está no seu melhor, mas continuará crescendo. Os serviços de entrega de alimentos tiveram uma explosão neste mercado durante 2018. Você pode imaginar o impacto que o comércio online tem agora e terá nos próximos meses? Definitivamente, 2021 também será um bom ano para o comércio online se o tema da pandemia continuar a se espalhar e, mesmo quando terminar, continuará muito presente.
  6. Investir: Neste ponto quero dizer que você investe em educação, se quiser migrar para negócios online, mas não sabe como, procure um especialista no assunto que possa te assessorar nesse processo. 

Lembre-se de que as empresas devem se adaptar ao seu ambiente e estamos em um momento crucial para tomar decisões que podem melhorar o nosso futuro. Você se adapta ou morre.

Veja também: É possível investir na bolsa com pouco dinheiro?

Traduzido e adaptado por equipe Dinheirao.

Fonte: Entrepreneur