Saiba destas três coisas antes de usar um cartão de crédito

O que você não sabe pode custar muito caro.

Cartões de crédito não são inerentemente ruins, mas podem ser uma das piores coisas que já aconteceram às suas finanças se você não souber como usá-los corretamente. Você pode acabar se endividando, reduzindo sua pontuação de crédito ou ambos. 

Portanto, antes de passar o cartão mais uma vez, certifique-se de entender as três coisas a seguir para não se meter em um mundo de problemas.

1. Como funciona um cartão de crédito

Quando você compra algo com cartão de crédito, não está pagando imediatamente. O emissor do seu cartão de crédito paga por isso e envia a você uma fatura das compras do mês no final de cada ciclo de faturamento. Em seguida, você paga à administradora do cartão de crédito fazendo pagamentos mensais dessa dívida. 

Você só pode comprar até o seu limite de crédito, portanto, você deve pagar sua dívida existente para fazer novas compras. Existe um período de carência a partir do final de cada ciclo de faturamento. Se você pagar a conta do cartão de crédito integralmente durante essa janela, não precisará se preocupar com multas ou juros do seu cartão

Mas se você não pagar todo o saldo, o valor restante renderá juros. As taxas de juros do cartão de crédito são conhecidas por serem altas e podem chegar a mais de 30% para alguns devedores. Isso faz com que seu saldo cresça rapidamente, dificultando o pagamento da dívida, principalmente se você continuar fazendo novas compras com o cartão.

O extrato do seu cartão de crédito lista o pagamento mínimo que você deve fazer naquele mês. Se você deixar de pagar pelo menos esse valor até a data de vencimento, o emissor do crédito considera o seu pagamento atrasado e pode cobrar taxas de atraso e possivelmente uma multa.

O emissor do cartão também pode relatar o seu pagamento atrasado à outras agências de crédito. Isso pode diminuir drasticamente sua pontuação de crédito e dificultar a obtenção de novos empréstimos ou cartões de crédito no futuro. Se você conseguir um novo crédito, provavelmente pagará uma taxa de juros mais alta, porque sua pontuação de crédito indica que há um risco maior de não pagar suas contas.

Saiba mais: Conheça os preços de carros novos e usados com App Tabela FIPE

2. Como você vai pagar o que deve

Você deve sempre pagar a fatura do cartão de crédito integralmente todos os meses para não ter que lidar com juros altos. Fique de olho em quanto você está gastando e não cobre mais do que pode pagar de volta, se puder. 

Quem já tem dívidas no cartão de crédito deve fazer um plano para pagar o que deve o mais rápido possível, embora isso possa levar alguns meses ou mesmo alguns anos. Primeiro, faça uma lista de todos os cartões que você usa, anotando suas taxas de juros, saldos e pagamentos mínimos. 

Organize-os, começando pelo cartão com a maior taxa de juros. Faça o pagamento mínimo em todos os seus cartões e, em seguida, coloque o dinheiro que sobrar no cartão com a maior taxa de juros até que seja liquidado. Em seguida, passe para o cartão com a próxima taxa de juros mais alta e assim por diante.

Um empréstimo pessoal é outra opção se você preferir trocar sua dívida de cartão de crédito por um pagamento mensal previsível. Esses empréstimos não exigem garantias, portanto suas taxas de juros são mais altas do que muitos outros empréstimos. Mas ainda podem ser mais acessíveis do que dívidas de cartão de crédito, especialmente para aqueles com bom crédito.

3. Como manter as informações do seu cartão de crédito seguras

Os cartões de crédito são um alvo popular para ladrões de identidade, que podem usar informações de cartão roubado para fazer várias compras rapidamente sem o seu conhecimento. A maioria das empresas de cartões de crédito são muito boas em remover compras fraudulentas de seu extrato, desde que você as notifique assim que perceber que seu cartão foi roubado. 

Mas você ainda tem que cancelar o cartão, esperar que o emissor do cartão lhe envie um novo e atualizar suas informações de pagamento com qualquer loja online ou provedor de serviços que usou esse cartão de crédito. É melhor você apenas manter as informações do seu cartão de crédito seguras para reduzir o risco de serem roubadas. 

Verifique as faturas do seu cartão de crédito pelo menos uma vez por mês para ver se há cobranças que você não reconhece e notifique o emissor do cartão imediatamente se encontrar alguma. Você também pode alterar as senhas de qualquer conta online associada a esse cartão de crédito, caso o ladrão tenha acesso ao seu cartão hackeando uma de suas contas.

Você deseja que o histórico do cartão de crédito seja um crédito para você, não um fardo, portanto, use seus cartões com sabedoria. Se você se esforçar para gastar apenas o que pode pagar, guarde as informações do cartão de crédito com cuidado e sempre pague a conta em dia, você não deve se preocupar com nada.

Veja também: Poupanças se tornam mais populares durante a pandemia

Traduzido e adaptado por equipe Dinheirao.

Fonte: The Ascent