Um guia para viver e trabalhar no Reino Unido

Você está planejando uma mudança permanente para o Reino Unido? Você não está sozinho – cerca de 212.000 pessoas migraram para a Grã-Bretanha no último ano. E com sua rica história, paisagem variada e riqueza de oportunidades profissionais, não é difícil entender por quê.

Como acontece com qualquer grande mudança, no entanto, você precisaráfazer sua pesquisa. Leia um guia introdutório para viver e trabalhar no Reino Unido:

Oportunidades de emprego

O Reino Unido é uma opção atraente para quem busca um novo desafio e possui altos salários, várias indústrias de sucesso e uma das maiores economias do mundo. Os serviços financeiros, como bancos e seguros, são especialmente prósperos.

Há uma variedade de sites populares de procura de emprego e agências de recrutamento para ajudá-lo a ser notado, mas tenha em mente que você precisa primeiro ter as autorizações de trabalho corretas.

Onde morar?

Os gostos de Londres, Manchester e Edimburgo oferecem uma vida cosmopolita vibrante ao lado de várias instituições culturais e esportivas icônicas. Quase todas as grandes cidades do Reino Unido são altamente multiculturais, o que poderia tornar um pouco mais fácil de se instalar também.

E da Cornualha às Terras Altas da Escócia, também há muita natureza para desfrutar. A maior parte do Reino Unido tem boas conexões de transporte público, redes rodoviárias e ferroviárias, o que facilita o deslocamento.

Finanças

Qualquer pessoa que se mude para o Reino Unido provavelmente terá uma combinação de necessidades financeiras pessoais imediatas e de longo prazo. O custo de vida no Reino Unido varia de região para região, embora a acomodação provavelmente ocupe uma grande proporção de sua renda onde você optar.

O sul da Inglaterra – e especialmente Londres – é geralmente mais caro do que o norte, e os depósitos de aluguel podem chegar a 5 semanas de aluguel. Água, gás e eletricidade também não são especialmente baratos, por isso é bom pesquisar e comparar orçamentos.

Comer fora pode sair caro, mas existem muitos supermercados com desconto para ajudá-lo a manter os custos baixos semana após semana.

Cuidados de saúde

Os expatriados que se mudam para o Reino Unido terão a escolha do NHS financiado publicamente ou vários provedores de saúde privados. Muitos serviços do NHS são gratuitos, dependendo de onde você vem, mas os padrões e os tempos de espera podem variar muito em um sistema que está sob pressão crescente.

Os cuidados de saúde privados podem ajudá-lo a evitar as complexidades do NHS, embora pague mais para o fazer.

Diferenças culturais

Cada um dos quatro países do Reino Unido possui suas próprias culturas distintas. A maioria das regiões e cidades também tem suas próprias identidades, com o norte geralmente visto como mais amigável e mais barato, mas com menos oportunidades do que o sul.

Traços britânicos comuns incluem reserva, autodepreciação e falar sobre o tempo – o que não é tão ruim quanto você pode imaginar.

Veja também: Economizando para a sua primeira casa

Traduzido e adaptado por equipe Dinheirao.

Fonte: Business Mole